A escola alemã de cerveja

escola de cerveja alema
A cerveja Pilsen, da escola de cerveja alemã, é apropriada para disk chopp e eventos pois seu sabor agrada a maioria das pessoas.

Associar a cerveja à Alemanha é comum para a maioria das pessoas. Não é para menos: a região que hoje pertence ao país abrigou os primeiros passos da indústria cervejeira mundial.

Ainda assim, a escola alemã de cerveja é apenas uma das três que a literatura reconhece, junto com a inglesa e a belga. Muitos de seus produtos tradicionais estão à disposição até hoje em estabelecimentos especializados.

As escolas cervejeiras consistem da junção de uma série de fatores, como os métodos de fabricação e a importância cultural que a cerveja tem em cada país. A alemã esteve sempre na vanguarda mundial da produção de cervejas, em relação a técnicas e ingredientes.

Até hoje, os produtos do país são vendidos em estabelecimentos especializados, como disk chopp, de todo o mundo.

Saiba mais sobre a escola alemã de cerveja:

A história da escola alemã de cerveja

A produção da cerveja onde hoje é a Alemanha começou durante a expansão do império romano, com a chegada de tribos provenientes da Mesopotâmia à região.

As tribos germânicas davam muita importância à produção da bebida. Tratava-se de uma tarefa doméstica, sob a responsabilidade das mulheres. Com o aumento da demanda de cerveja nas cidades, os mosteiros também passaram a assumir sua fabricação.

Um marco muito importante da escola alemã de cerveja foi a Lei da Pureza, ou Reinheitsgebot, de 1516. Além de algumas questões econômicas, esta legislação estabeleceu que a bebida poderia ter apenas 3 ingredientes: água, malte e lúpulo.

A Reinheitsgebot sofreu uma série de alterações, entre elas a incorporação da levedura na lista de componentes. Estendeu-se a toda a Alemanha após a Segunda Guerra Mundial e está em vigor até hoje.

Principais estilos de cerveja da escola alemã

Pilsen: as cervejas Pilsen são as mais consumidas no mundo inteiro. No Brasil, são facilmente encontradas em qualquer lugar. Fáceis de beber, são as ideais para encomendar via chopp express para eventos, pois agradam a maioria das pessoas. Estas cervejas são amarelo-douradas, límpidas e com corpo leve a moderado.

Helles: tradicionais de Munique, estas cervejas são mais encorpadas que as Pilsen. Apesar de fortemente maltadas, não são muito doces. Têm coloração amarelo-clara.

Weiss: são as cervejas de trigo. Muito leves e refrescantes, são também muito populares por todo o mundo.

Schwarzbier: significa cerveja “preta” ou “escura” em alemão. Como o próprio nome diz, são muito escuras, têm aroma torrado e notas que remetem ao café e ao chocolate.

Rauchbier: o nome vem da palavra “rauch”, ou “fumaça” em alemão. São produzidas à partir do malte defumado e são de cor cobre escuro. Devido ao método de fabricação, têm sabor defumado e equilibrado entre o doce e o amargo.

Doppelbock: fortes, seu teor alcoólico é perceptível pelo sabor. A cor deste tipo de cerveja pode variar, mas sempre entre tons escuros. Têm sabor equilibrado entre doce e amargo e notas que remetem ao caramelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *