A Dupla Perfeita: ingredientes e matérias-primas em um encontro ideal

 em Chopp, Produtos Chopp Germânia

Imaginem a emoção que as nossas papilas gustativas sentem quando temos um encontro marcado: Feijoada com Chopp. Esse é o famoso encontro com o mundo dos sabores. As matérias-primas são nobres de ambos os lados: água cristalina de Vinhedo, cevada maltada, lúpulo e fermento são utilizados na elaboração do Chopp Germânia, e do outro lado, arroz, feijão preto, carne de porco, couve e os temperos sublimes. Quem diria que esses ingredientes juntos em uma mesa fazem tudo acontecer.

A base de uma feijoada é: feijão preto e carne de porco, como os escravos no Brasil Colônia se alimentavam. Naquela época, se substituía o arroz que não havia, pela mandioca e milho. Hoje, feijoada sem arroz não existe, aí sim, podemos entender o valor cultural dessa palavra harmonização. Um equilíbrio entre todos os sabores.

A transformação do feijão, arroz, couve, carne de porco e os ilustres temperos em uma feijoada é simplesmente uma arte, isto é, o tempero do chefe, a escolha dos ingredientes, o tempo certo para os cozimentos, a hora certa para unir a carne de porco ao feijão, e a maneira que a couve foi cortada e refogada, apresentação dos pratos, etc. Aí nasceu a arte, que é uma explosão de cores, sabores, aromas e paladares que fazem qualquer papila gustativa se emocionar.

Feijoda com Chopp

A mesma transformação acontece na elaboração do chopp. O Chopp Pilsen da Germânia não tem receita, ele é uma arte que tem poesia, tecnologia e paixão.

O Chopp Germânia é leve, tem sabor, personalidade, isto é, tem um paladar próprio. As papilas percebem e agradecem! O gás carbônico que dá sensação refrescante vem da pura e controlada fermentação. A nossa espuma é densa, porém leve. O sabor desse Chopp é consequência de uma combinação equilibrada entre os maltes que se harmonizam entre si.

O Chopp Pilsen da Germânia não nasceu para “ter tempo de prateleira”. Ele tem uma característica fundamental, não foi pasteurizado e nem microfiltrado. Quem não o conhece quando degusta, pergunta: “Que Chopp é esse?”. Uma bela tulipa de Chopp Germânia e uma boa feijoada traduzem o que hoje está em moda, um conceito de harmonização. Onde os sabores cantam e dançam oferecendo tanto prazer que o resto da tarde é só para sonhar!

Fonte: Arnaldo Ribeiro (http://www.choppgermania.com.br/site/_arquivos/revista_9_final_web.pdf)

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Ligue Agora